Blog Catolicismo

Seja bem-vindo ao Blog Catolicismo

Este Blog se propõe a divulgar o catolicismo segundo princípios da Igreja Católica Apostólica Romana. Os criadores do Blog, não estão autorizados a falar em nome da Igreja, não são Sacerdotes e nem donos da verdade. Buscam apenas ser humildes e anônimos missionários na Internet. É também um espaço para postagem de orações, comentários e opiniões.
Defendemos a Igreja conservadora. Acreditamos em DEUS e nos entregamos nos braços de MARIA. Que DEUS nos ilumine e proteja.

AMAVI - Associação Maria Vitória - Porque raro é ser igual

AMAVI - Associação Maria Vitória - Porque raro é ser igual
AUXILIO a PESSOAS PORTADORAS de DOENÇAS RARAS

AdSense

terça-feira, 15 de novembro de 2011

15 de novembro - Santo do dia

São Leopoldo III
Entre os antepassados de quase todas as casas reais sempre aparece a figura de um santo célebre. São Leopoldo é um bom exemplo, tendo o seu nome se tornado comum entre os reinantes da Áustria, até porque ele mesmo também foi um dos coroados.

Pertencia à casa real de Bagengerg, da Áustria, que há muitos séculos descendia dos de imperadores de Augsburg e dos grãos duques de Lorena. Nascido em Melk no ano de 1073, foi batizado com o nome de seu pai.

Foi um exemplo de rei, cristão, esposo e pai. Em 1096, sucedeu a seu pai, como Leopoldo III, e assumiu o reino quando o país começava a ser uma grande potência européia. Casou-se com a irmã do rei Henrique V da Alemanha, a princesa Inês, que era viúva e tinha três filhos. Com Leopoldo teve mais dezoito filhos, os quais, uma vez crescidos, povoaram conventos, mosteiros e episcopados como uma verdadeira semeadura de virtude cristã. Dele floresceram para a Igreja dois relevantes servidores, os santos Conrado, bispo de Salzburg, e Oto, bispo de Freising.

A sua vida privada foi similar e digna dos ascetas, por isso era chamado de "o Pio". Os quarenta anos do seu reinado foram justos e prósperos, apesar de ter guerreado contra os húngaros, os quais conseguiu expulsar. Sob seu comando, a cidade de Viena converteu-se em sede da Corte e em porto de grande importância. Ganhou o amor e o respeito do seu povo como governante hábil, firme, honrado, e caridoso, que o apelidou carinhosamente de "pai dos pobres".

Com a morte de seu cunhado, Henrique V, foi proposto como imperador da Alemanha. Mas Leopoldo recusou, entendendo que não lhe cabia por direito real, e ficou na Áustria com o seu povo. Como grande benfeitor da Igreja, a sua constante preocupação foi fundar e aparelhar igrejas e mosteiros. Ajudou, generosamente, o Mosteiro de Melk, sua cidade natal, e fundou o de Neuburg, em Viena, onde, depois, foi sepultado.

Mas a sua maior inspiração foi à fundação do mosteiro beneditino, a partir do que antes era uma simples capela dedicada à Virgem Maria. O local depois se tornou o Santuário de Mariazell, hoje famoso como o mais antigo e mais importante santuário mariano de toda a Áustria. Rota constante dos mais simples peregrinos, onde se incluíram sempre os reis e os imperadores que iam para pedir, honrar e agradecer à Virgem Santíssima a sua proteção ao seu povo, a exemplo do seu fundador, rei Leopoldo III, fiel devoto de Maria.

Morreu em Viena, com fama de santidade, no dia 15 de novembro de 1136, em meio a forte comoção popular. Foi canonizado, em 1486, pelo papa Inocêncio VIII. São Leopoldo, o Pio, é o padroeiro da Áustria e sua festa é comemorada nacionalmente.

São Leopoldo III, rogai por nós!

Nenhum comentário: