Blog Catolicismo

Seja bem-vindo ao Blog Catolicismo

Este Blog se propõe a divulgar o catolicismo segundo princípios da Igreja Católica Apostólica Romana. Os criadores do Blog, não estão autorizados a falar em nome da Igreja, não são Sacerdotes e nem donos da verdade. Buscam apenas ser humildes e anônimos missionários na Internet. É também um espaço para postagem de orações, comentários e opiniões.
Defendemos a Igreja conservadora. Acreditamos em DEUS e nos entregamos nos braços de MARIA. Que DEUS nos ilumine e proteja.

Você é o Visitante nº desde 3 janeiro 2014

Flag Counter

AdSense

Seguidores = VOCÊS são um dos motivos para continuarmos nosso humilde trabalho de Evangelização

domingo, 11 de maio de 2014

Evangelho do Dia

EVANGELHO COTIDIANO

"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68

4º Domingo da Páscoa  

Evangelho segundo S. João 10,1-10. 

Naquele tempo, disse Jesus: «Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no redil das ovelhas, mas sobe por outro lado, é um ladrão e salteador. Aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
A esse o porteiro abre-a e as ovelhas escutam a sua voz. E ele chama as suas ovelhas uma a uma pelos seus nomes e fá-las sair. Depois de tirar todas as que são suas, vai à frente delas, e as ovelhas seguem-no, porque reconhecem a sua voz.
Mas, a um estranho, jamais o seguiriam; pelo contrário, fugiriam dele, porque não reconhecem a voz dos estranhos.»

Jesus propôs-lhes esta comparação, mas eles não compreenderam o que lhes dizia.
Então, Jesus retomou a palavra: «Em verdade, em verdade vos digo: Eu sou a porta das ovelhas.
Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não lhes prestaram atenção.
Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim estará salvo; há-de entrar e sair e achará pastagem.
O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.
»
Comentário do dia:  Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (Norte de África), doutor da Igreja
Sermão 46, sobre os pastores; CCL 41, 529
«Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância»

«Eis o que diz o Senhor: "Eis que Eu mesmo cuidarei das minhas ovelhas"». […] Foi sem dúvida o que Ele fez, é o que voltará a fazer: «Eis que Eu mesmo cuidarei das minhas ovelhas […] como o pastor se preocupa com o seu rebanho» (Ez 34,10-14). Os maus pastores não tiveram cuidado nenhum, pois não resgataram as ovelhas com o seu sangue. «As minhas ovelhas escutam a minha voz» (Jo 10,27). «Reconduzi-las-ei de todas as partes por onde tenha sido dispersas, num dia de nuvens e de trevas. Arrancá-las-ei de entre os povos e as reunirei dos vários países, a fim de as reconduzir à sua própria terra e as apascentar nos montes de Israel, nos vales e em todos os lugares habitados da região. Eu as apascentarei em boas pastagens; o seu pasto será nas montanhas elevadas de Israel» (cf Ez 34,10-14)


Essas «montanhas de Israel» são os autores das Sagradas Escrituras. Eis as pastagens onde precisais de vos alimentar, se quereis fazê-lo em segurança (Sl 80,2-3). Saboreai tudo o que por lá aprenderdes e rejeitai tudo o que lá não estiver. Não vos percais no ruído, escutai a voz do pastor. Reuni-vos nas montanhas da Sagrada Escritura. Lá encontrareis verdadeiras delícias para o vosso coração; não encontrareis nada de venenoso, nem de perigoso: são pastagens ricas; […] «levá-las-ei ao longo dos rios aos melhores lugares». Desses montes de que vos falamos escorrem os rios da pregação do Evangelho, uma vez que a sua palavra «ressoou por toda a terra» (Sl 19,5) e que todos os lugares da terra oferecem às ovelhas pastagens agradáveis e abundantes.


«Eu as apascentarei em boas pastagens» e aí será o seu redil, isto é, será aí que elas repousarão, aí poderão dizer: «Bom é estar aqui; é verdade, é muito claro, encontrámos a verdade.» Elas repousarão na glória de Deus, como no seu redil.

 

Nenhum comentário: