Blog Catolicismo

Seja bem-vindo ao Blog Catolicismo

Este Blog se propõe a divulgar o catolicismo segundo princípios da Igreja Católica Apostólica Romana. Os criadores do Blog, não estão autorizados a falar em nome da Igreja, não são Sacerdotes e nem donos da verdade. Buscam apenas ser humildes e anônimos missionários na Internet. É também um espaço para postagem de orações, comentários e opiniões.
Defendemos a Igreja conservadora. Acreditamos em DEUS e nos entregamos nos braços de MARIA. Que DEUS nos ilumine e proteja.

Você é o Visitante nº desde 3 janeiro 2014

Flag Counter

AdSense

Seguidores = VOCÊS são um dos motivos para continuarmos nosso humilde trabalho de Evangelização

domingo, 20 de abril de 2014

ALELUIA !!! CRISTO RESSUCITOU !!! ALELUIA !!!

PÁSCOA - CRISTO VIVE, ALELUIA

 O Tempo Pascal, que vai desde o Domingo da Ressurreição até o Domingo de Pentecostes, ocupa um lugar especial dentro do ano litúrgico, pois, além de ser celebrado com grande atenção e interesse espiritual pelas comunidades cristãs, é o acontecimento central do mistério cristão, porque relembra a morte e ressurreição de Jesus Cristo. 
ALELUIA! ALELUIA!

O SENHOR RESSUSCITOU!
ALELUIA! ALELUIA!

Devemos resgatar os valores e a espiritualidade deste tempo litúrgico, para que não sejam seqüestrados pela mentalidade ‘eficientista’ e ‘mercantilista comercialista’ de nossa sociedade. “Páscoa” significa passagem. Passagem esta de Cristo “deste mundo para o Pai”, ‘da morte para a vida”, das trevas para a luz”. A cor litúrgica do Tempo Pascal é o branco, que significa festa, paz e, ao todo, este tempo possui 50 dias (oito semanas), que são, respectivamente:

A Semana da Oitava da Páscoa: São os primeiros oito dias da Páscoa,  a começar do Domingo da Páscoa ou Domingo da Ressurreição, e finalizando no Domingo da Misericórdia (2º Domingo da Páscoa) Nesta oitava, canta-se o glória todos os 8 dias, e reza-se o credo somente aos domingos. Significa a alegria do Domingo da Ressurreição estendida em mais oito dias.

       O 2º Domingo da Páscoa: Conhecido como Domingo da Misericórdia, pela compaixão de Jesus com São Tomé, que não acreditava em palavras, e sim “somente vendo”. Vendo a Jesus, veio a crer na Sua ressurreição, e se redimiu ao Senhor. Pela compaixão e misericórdia do mestre, São Tomé foi perdoado.

       O 3º Domingo da Páscoa: Domingo da passagem bíblica dos “discípulos de Emaús”, onde reconhecemos a Jesus na fração do pão: Ele está no meio de nós através dos sinais sacramentais.

       O 4º Domingo da Páscoa: Domingo do “Bom Pastor”, que nos manifesta o mistério da presença do Cristo nos pastores da Sua Igreja, pois “O Senhor é o meu Pastor, nada me falta”. (Sl 22)

       O 5º Domingo da Páscoa: Neste domingo da caridade, a fraternidade é vista como a manifestação de Jesus ressuscitado; através do amor ao nosso próximo, os homens reconhecerão o amor com que Cristo nos ama.

       O 6º Domingo da Páscoa: Neste Domingo Jesus promete seu Espírito como princípio da vida pascal da Igreja e de nós, cristãos. a ação deste Espírito constrói nosso templo espiritual interior.
O Domingo da Ascensão do Senhor: Jesus envia ao mundo suas testemunhas para manifestar seu poder profético e salvador, para depois subir ao Pai.

       O Domingo de Pentecostes: Neste último Domingo, finaliza-se o Tempo Pascal, onde o Espírito Santo realiza a plenitude da Páscoa de Jesus Cristo por meio da Igreja. Cheios da força na fé em Cristo ressuscitado, os Apóstolos partem para a sua missão no mundo.

      Curiosidade: O Círio Pascal, que representa o Cristo Ressuscitado e a Luz dos Povos, é colocado junto ao ambão ou em lugar próximo ao altar durante todo o Tempo Pascal, e deve ser aceso em todas as Missas Pascais.

 

Nenhum comentário: